Não mande centenas de currículos: escolha as vagas certas para se candidatar! - Santos & Associados

Não mande centenas de currículos: escolha as vagas certas para se candidatar!

Você sabe a importância da comunicação empresarial?
2 de maio de 2019
Currículo: evite esses erros e se destaque!
14 de junho de 2019

Não mande centenas de currículos: escolha as vagas certas para se candidatar!

Por: Tais Targa

Quem já passou pelo período de recolocação/transição de carreira sabe que sentimentos como desânimo e frustração são normais nessa fase. Mas não é por esse motivo que você vai se conformar por se sentir assim. O sucesso exige uma mudança de mentalidade e de atitude.

Não saia distribuindo currículos aleatoriamente. Isso dificilmente vai lhe trazer o retorno de que você precisa. Procure analisar o perfil da vaga que foi disponibilizada pela empresa/consultoria e verifique se você atende pelo menos 80% dos requisitos.

Por exemplo, se você trabalhou a vida inteira em empresas de médio porte de determinado segmento, é para este tipo de vaga que você deve se candidatar. No máximo, procure oportunidades em empresas de segmentos próximos/parecidos e cujo porte não seja diferente daquelas nas quais você pode comprovar experiência.

Isso não significa que você não possa enviar currículos para outras vagas em que saiba que está fora do perfil. O problema nesse caso é a expectativa que você cria, mesmo sabendo desde o começo que não atendia ao perfil desejado para a oportunidade. Por exemplo, suponhamos que tenha visto um anúncio com uma vaga excelente que pedia inglês fluente, o que você não tem. Mesmo assim você resolveu mandar o seu CV. Ótimo. Mas envie e esqueça. Se algo surgir dali, será lucro. Você sabia desde o início que não atendia aos requisitos daquela oportunidade.

Não tendo esse foco, muita gente faz spam de currículo. Alguns chegam a mandar centenas e quem sabe até milhares, e depois ficam desanimados quando nenhuma entrevista surge. Mais vale a qualidade do que a quantidade. Muitas vezes enviar cinco currículos com um texto de apresentação personalizado é mais eficaz do que mandar cinquenta CVs anexados, os quais possivelmente nem serão vistos pelos recrutadores.

Se você se identificou com o que eu escrevi agora, tome hoje a decisão de zerar tudo. Recomece a partir deste momento a sua busca por recolocação, sendo mais seletivo em relação aos currículos que enviar, procurando aderência ao perfil. Para cada currículo enviado, tente personalizar a mensagem ou o corpo do e-mail.

Paralelamente, procure também evoluir como profissional. Reflita sobre quais foram os últimos livros que leu e os últimos cursos que fez. O fato de estar em recolocação – e provavelmente com orçamento curto – não é desculpa para não se qualificar. Aproveite que tem mais tempo livre. A internet é um mundo de informação. Você com certeza encontrará material muito bom gratuitamente. Basta ter disposição para procurar.

Vigie também o conteúdo que você consome. No Facebook, por exemplo, siga as pessoas/empresas certas. Elimine o que não te acrescenta. Notícias de violência e política só te deixarão triste e indignado. Consuma conteúdo que possa realmente contribuir para te fazer evoluir nesse momento pelo qual está passando na vida.

Chegar ao seu objetivo é importante, mas o que se aprende nessas horas de adversidades nos torna pessoas melhores para encarar os desafios da vida. E com certeza seremos profissionais melhores a partir dessas vivências. Agindo assim, de forma a ajustar o seu foco, certamente você precisará de bem menos que centenas de currículos para se recolocar.

Fonte: Linkedin – Mandei centenas de currículos e não recebi resposta. Onde estou errando?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *