A importância do Marketing Pessoal - Santos & Associados

A importância do Marketing Pessoal

Liderança: você é um Líder inspirador?
6 de setembro de 2019
Auxiliar Comercial
26 de setembro de 2019

A importância do Marketing Pessoal

Marketing pessoal é uma estratégia composta por ações cujo objetivo é qualificar a imagem de um profissional e seus serviços no mercado de trabalho.

Não se resume apenas a preocupar-se com a aparência, mas também com a sua postura, comportamentos e networking.

O marketing pessoal é praticado a cada vez que você consegue utilizar suas habilidades e qualificações para se diferenciar e alavancar sua carreira, deixando a sua própria marca.

O segredo é se fazer notar.

Pouca adianta você ser um ótimo profissional, com habilidades valorizadas no mercado, se ninguém vê isso.

Nesse bolo, estão os gestores da sua empresa, a concorrência e o público em geral, que são os seus potenciais clientes.

Essa é uma justificativa para fazer marketing, mas não de qualquer forma, muito menos sem planejamento.

Saber se vender não é, de maneira alguma, sinônimo de culto ao ego ou simples vaidade pessoal.

Estamos falando sobre uma maneira de destacar positivamente as suas habilidades, entregando valor às pessoas e fazendo com que elas tenham uma excelente impressão sobre você e sobre aquilo que oferece.

Alguns profissionais, é bem verdade, sabem fazer o seu marketing pessoal de maneira muito natural, como parte da personalidade.

Mesmo nesses casos, é possível lapidar esse talento e aprimorar ainda mais tais características.

Mas também não se preocupe se você é do tipo que nunca leva o crédito por aquilo que criou.

Trata-se de uma competência que pode ser desenvolvida e aprimorada.

Para isso, basta querer.

Vamos avançar?

Por que o Marketing Pessoal é importante?

O marketing pessoal pode ajudar você a se tornar mais conhecido, a conquistar o primeiro emprego, a alcançar um cargo mais alto na empresa e a atingir quaisquer objetivos específicos que tenha para a carreira.

Sua importância está justamente em garantir que as pessoas percebam as qualidades do seu trabalho e os diferenciais que você possui frente aos demais.

Comportamento, atitudes, discursos, vocabulário, valores e objetivos são apenas alguns dos componentes que ajudam a moldar a sua imagem.

Cada detalhe conta para trabalhar para que ela seja positiva, revertendo em benefícios para você.

É válido dizer ainda que o marketing pessoal é importante para profissionais de todas as áreas, nas mais variadas fases de suas carreiras.

Um assalariado, por exemplo, pode usar essa estratégia para obter uma promoção ou uma melhor remuneração.

Já um gestor depende desse esforço também para conquistar a simpatia e inspirar seus liderados.

Por outro lado, um profissional autônomo necessita do marketing pessoal, pois o seu nome é a sua empresa, a sua marca.

E é fundamental que falem bem dela, não é mesmo?

Influência das redes sociais no Marketing Pessoal

Atualmente, é uma prática comum pesquisarmos sobre as pessoas nas redes sociais, seja no Facebook, Twitter, LinkedIn, Instagram, entre outras.

Por isso, não pense que o que você transmite na internet também não influencia no seu marketing pessoal.

Não é preciso deixar de ser você mesmo e passar a uma representação perfeita do funcionário do mês nas redes.

O importante é manter o equilíbrio e agir de maneira sensata.

Talvez seja melhor deixar certos tipos de publicações para os grupos privados do WhatsApp, não é mesmo?

A dica de ouro é seguir perfis de pessoas influentes na sua área e ver como elas se comportam na internet, que tipo de conteúdos compartilham, como elas se mostram, que tipo de imagem publicam.

Se você tem o próprio negócio, faça um benchmarking da concorrência para se espelhar nas melhores práticas.

A informação está acessível, a apenas um clique. Por que não se inspirar para evoluir?

O que não fazer para o seu Marketing Pessoal

O primeiro ponto é sempre lembrar de não passar por cima de ninguém.

Não use pessoas como meio de alcançar aquilo que você deseja. Persiga a ética acima de tudo.

Conquiste tudo com o seu esforço e a sua dedicação.

Outro cuidado para se tomar é evitar a arrogância. Fuja do foco em si mesmo.

Se você usa muito o “eu” em suas falas, provavelmente está sendo muito autocentrado. Isso não vai ajudá-lo a conquistar a simpatia dos demais.

Por outro lado, não busque a afeição dos colegas a qualquer custo.

Se você tem um bom senso de humor, procure usá-lo com moderação.

Profissionais autônomos e o Marketing Pessoal

Mesmo se você tiver um orçamento mais limitado, pode trabalhar o seu marketing pessoal.

Por exemplo, um artista gráfico que trabalha como freelancer pode investir em um portfólio diferenciado, em um formato inovador que o faça ser notado.

Um motorista de aplicativo mobile pode oferecer mais atrativos aos seus passageiros, que vão além de água e balinhas e divulgar tais ações.

As oportunidades são muitas, basta você não perder tempo e começar agora a colocar a mão na massa.

O importante é conhecer detalhes sobre o seu público-alvo para que possa alcançá-lo com a mensagem certa, nos canais onde ele está.

Conclusão

Não importa quais sejam seus pontos que precisam ser aprimorados, busque sempre ser a melhor versão possível de si mesmo.

Analise seu investimento em marketing pessoal como uma maneira de se destacar e de evoluir profissional e pessoalmente.

Fonte: https://www.sbcoaching.com.br/blog/marketing-pessoal-dicas/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *